Arquivo | Músicas da lusofonia RSS feed for this section

Ana Moura no Auditório da Galiza (Santiago de Compostela)

19 Feb

http://www.youtube.com/watch?v=GKCJgDCA5Bo

    Desfado, quinto álbum de Ana Moura, toma o seu nome dun dos dous temas compostos para a artista por Pedro da Silva Martins, da banda Deolinda. Desfado é un punto de inflexión na carreira de Ana Moura, denotando a súa influencia pop e dirixido a un mercado internacional e a unha nova audiencia portuguesa.

   Xunto aos habituais do fado, –Ana Moura inclúe tamén unha canción deVirgem Suta, Miguel Araújo, Luísa Sobral, Pedro Abrunhosa y Manuel Cruz son algúns dos participantes.– O principal propósito era cantar cancións compostas especialmente para ela por persoas da súa propia xeración, pero que eran alleos ao fado: Virgem Suta, Miguel Araújo, Luísa Sobral, Pedro Abrunhosa e Manuel Cruz son algúns dos participantes. O primeiro single, Até ao Verão, foi escrito por Márcia. Aquí, Ana Moura parécese extraordinariamente a Lhasa de Sela.

    En canto aos músicos, Ana Moura mantén a referencia ao fado –guitarra portuguesa de Ângelo Freire e viola de fado interpretada por Pedro Soares–, incorporando tamén a colaboración do contrabajista David Piltch (Bob Dylan, K. D. Lang), o guitarrista Dean Parks (Marvin Gaye, Stevie Wonder), o percusionista Jay Bellerose (Aimee Man, Ani DiFranco), o teclista Patrick Warren (Fiona Apple, Bruce Springsteen), o violinista Freddy Koella (Lhasa, Carla Bruni) e o saxofonista quintaesencial Tim Ries, o home que a presentou aos Rolling Stones e levouna a cantar No Expectations e Brown Sugar.

  Ana Moura prepara unha revolución na súa música, convocando ao seu lado a unha estrela convidada especial internacional: o lendario músico de jazz Herbie Hancock que foi incorporado ao proxecto por Larry Klein quen produciu Desfado.

   Non hai outra voz no fado como a de Ana Moura (Ribatejo, Santarém, 1979). Unha voz que se pasea libremente pola tradición, pero que flirtea elegantemente coa música pop, ampliando o espectro do fado, tan típico de Lisboa, dunha maneira moi persoal. Pero o que a sitúa á parte é non só o timbre grave e sensual, tan único: Ana Moura transforma instantaneamente calquera melodía á que presta a súa voz e convértea en fado. É unha faísca inmediata, unha explosión emocional dirixida implacablemente ao corazón do oínte.

Cando e onde:
Venres 22 febreiro 2013 21:00 Auditorio de Galicia  Avda. do Burgo das Nacións  981 574 152 / 981 552 290
Prezo das entradas:
15€ anticipada
22€ billeteira
Puntos de venda:
Billeteira do Teatro Principal. Aberta de martes a sábado (+ días de evento) de 18.00 a 21.00h.
No Lusopatia, há dias, pudemos ler: http://lusopatia.wordpress.com/
Podem também dar uma vista de olhos ao seu site oficial: http://www.anamoura.com.pt/

X edición do Festival Internacional da Lusofonía- Cantos na Maré

10 Xan

PGL – O próximo sábado, dia 12 de janeiro, terá lugar em Ponte Vedra a décima ediçom do Festival Internacional da Lusofonia – Cantos na Maré. A partir das 21h, quem se achegar ao palácio da cultura poderá desfrutar da música de artistas como o português Rui Veloso, o brasileiro Chico César, o moçambicano Cheny Wa Gune ou a galega María Xosé Silvar Sés.

Mais um ano, a direçom artística do evento corresponde à cantora Uxía, rosto e ícone do festival. Quanto à direçom musical, este ano produz-se o regresso de Paulo Borges para esta tarefa.

Venda de bilhetes

Os bilhetes podem-se comprar antecipadamente no telefone 902 504 500 e em www.servinova.com ao preço de 25 €. Se houver ainda localidades disponíveis, poderám-se comprar bilhetes no próprio dia 12 no palácio da cultura, a partir das 19h e ao preço de 30€.

As origens dos Cantos na Maré

Segundo a própria Uxía, as origens do festival estám em 2003, quando a Concelharia de Cultura de Ponte Vedra lhe encarregou elaborar um modelo de festival. A partir daí, ediçom após ediçom foi-se consolidando um projeto cultural pioneiro que “a través da língua e da música traça um mapa comum entre os territórios da Lusofonia que compartem raízes”.

Desde o começo, Cantos na Maré “evidencia que desde a língua galega se podem tender pontes que nos acheguem a outras culturas emergentes, à vez que situam a nossa cultura no mundo”.

Um festival destas caraterísticas é o melhor modo “de fundir os diversos géneros musicais e ritmos filhos da galeguia como se fossem da família: samba, morna, choro, alalá, rumba e baião aproveitando o legado musical que os galegos levaram além mar”, assinalava Uxía.

CoraSons na Ramallosa

20 Dec

cora395429_315552465159434_1066441493_n

   Hoxe na Coruña (Teatro Colón) e mañá e pasado máis perto de nós, no Auditorio da Ramallosa (Teo), vai haber moita e boa música de Portugal, do Brasil, de Angola…; música cordial que vai dereita ao corasón.

   “Quen ve coraçoes‘ é unha páxina de internet onde a fotógrafa portuguesa Isabel Valentim foi publicando unha serie de textos e fotografías co leiv motiv dos ‘corazóns casuais’, figuras de corazóns atopadas na natureza e espalladas polo mundo adiante. Deste xeito, pintadas nas paredes, portas, aramadas, area ou mesmo xeo con forma de corazón, se foron incorporando á páxina. E entón apareceu a amizade.
   Uxía, cantante galega que coñecía a Isabel dende anos atrás, namorouse das fotos e lle propuxo facer unha exposición na Casa das Crechas de Santiago de Compostela. A partir de aquí, o proxecto foi incorporando amigos incondicionais, namorados dos corazóns que non dubidaron en poñer o mellor deles mesmos e da súa arte ao servizo da causa. Para acompañar a inauguración montouse un concerto onde máis de 20 músicos de Galicia e Portugal se xuntaron para facer música “namorada”. Acababan de nacer CoraSóns.

https://www.facebook.com/pages/Quem-v%C3%AA-cora%C3%A7%C3%B5es/305930389454975

   Non vemos mellor maneira de entrar no inverno; por iso vos animamos a asistir a este magnífico concerto. Quen non poida ir mañá (sexta-feira) ten aínda a posibilidade de ir o sábado. É ás 22:30 horas e as entradas pódense comprar anticipadamente en Compostela (pub Ultramarinos) e tamén en Teo (cafe A Senra e cervexaría Santa Sede).

corasons

Para saberdes máis, podedes ir ao lusopatia 😉

http://lusopatia.wordpress.com/2012/12/18/a-festa-do-fim-do-mundo/

Terra da Fraternidade. Uma enorme homenagem ao Zeca Afonso

11 Mai

   Ontem foi uma grande noite! Ontem o Auditório da Galiza receveu uma malta que não quer esquecer o passado para estar no presente e construir o futuro; uma malta que se compromete e que quando pode gosta de dizer muito alto Venham mais cinco porque o povo é quem mais ordena; que, Enquanto há força, não perde a esperança, que gosta de Cantigas de Maio para cantar o ano inteiro, mas também de Meninas de olhos tristes, de meninos que vão correndo ver o sol chegar, de ciganos, de capitães, de cravos e de Abriles.

   Ontem todos curtiram compartilhando três horas curtinhas com quem conjugou o verbo zecafonsar (Quico Cadaval http://bit.ly/QCadaval, Banda Utopía http://bit.ly/BandaUtopia, García e Leo http://bit.ly/LeoEGarcia, Xabier http://bit.ly/Xabier e Guille Fernández http://bit.ly/GuilleFernandez, Tiago Gomez http://bit.ly/TiagoGomes, Ico e Xurxo Souto http://bit.ly/XurxoSouto, Joao Afonso http://bit.ly/JoaoAfonso, Carlos Blanco http://bit.ly/CarlosBlanco, Ses http://bit.ly/SesEBocixa e Bocixa http://bit.ly/BocixaESes, Ze Rui Martins http://bit.ly/ZeRuiMartins, Aline Frazao http://bit.ly/AlineFrazao, Pablo Portero http://bit.ly/PabloPortero, Xico de Carinho http://bit.ly/XicoDeCarinho, Fran Pérez http://bit.ly/FranPerezNarf, Trópico de Grelos http://bit.ly/TropicoDeGrelos, Uxía http://bit.ly/UxiaESergioTannus e Sergio Tannushttp://bit.ly/SergioTannusEUxia, Vituco http://bit.ly/Vituco -ausente-, Adrián Beiroa http://bit.ly/AdrianBeiroa, Najla Shami http://bit.ly/NajlaShami, Brais Morán http://bit.ly/BraisMoran, Chévere http://bit.ly/Chevere, Banda Fura Fura http://bit.ly/FuraFura, Os Sete Magníficos máis 1 http://bit.ly/K1IbJA), homens e mulheres que repetiram, nesta noite de festa, a luta continua! Viva o poder popular!

   A organização ofereceu e nós apressentamos aqui. Vejam e ouçam! Curtam aqui, agora!

O noite de ontem: http://www.youtube.com/watchfeature=player_embedded&v=XM8T81yc_Y8

Algumas ligações:

http://terradafraternidade.com/

https://www.facebook.com/terradafraternidade

Aparte

40 anos de Grândola

1 Mai

http://terradafraternidade.com/

Para conseguirem as suas entradas: https://taquilla.servinova.com/entradas/main.php?Nivel=Evento&idRecinto=agal&idEvento=3563

Sara de Sousa, quarta-feira (pelas 21:30 h.) na Sala Capitol

8 Abr

Concerto de fado. Sala Capitol (Santiago de Compostela)

Entradas: A Reixa Tenda (Santiago de Compostela). Preço: 3 euros

Não percam!

Alguma ligação:

http://lusopatia.wordpress.com/2012/04/09/concerto-de-fado/

Homenagem ao Zeca Afonso: Auditório da Galiza, 10 de Maio

23 Mar

Santiago, 22 de marzo. Un grupo de artistas galegos, co apoio de compañeiros portugueses e brasileiros, farán o 10 de maio no Auditorio de Galiza a súa particular homenaxe ao cantautor portugués Zeca Afonsoe a canción Grândola, Vila Morena, himno dunha xeración e dunha revolución.

Toda a info: http://terradafraternidade.com/

Revolução

http://www.zecaafonso.com/

Filme Capitães de Abril, Maria de Medeiroshttp://www.youtube.com/watch?v=Q770xkzg5kg&feature=fvwrel

http://www.dioivo.eu/portada/376-qgaliza-e-a-patria-espiritual-de-zeca-afonsoq

Terra da Fraternidade: https://www.facebook.com/terradafraternidade

Não Trocaria um Sorvete de Flocos por Você

22 Mar

 Adesivo3

 Clipe oficial da música Não Trocaria um Sorvete de Flocos Por Você. A faixa faz parte do álbum As Garotas e Todos os Problemas que Vêm com Elas da banda Soulstripper (http://www.facebook.com/exnamorada), lançado de forma independente.

http://www.youtube.com/watch?v=kP4QHmrBWwE

Em português – A canção dos números (Raul Seixas)

11 Mar

E para já, uma música com números e quantidades:

http://www.youtube.com/watch?v=WPz98A1aVjs

Do forró ao fado: é possível

27 Xan

  Hoje apresentamos uma versão da conhecida música  Ai, se eu te pego. Se criam que era impossível fazer fado a partir de forró, eis um exemplo: http://youtu.be/9rB7pB-bksI (para muitos, a melhor versão da música do Teló). Ouçam e digam lá qual preferem ;=)

Boa música em português: Dia D

19 Xan

HMB

   Todos os dias não são o Dia D, mas esta música de HMB fala nisso: http://youtu.be/fYlM2AFhFM8

Para seguires a HMB: http://www.facebook.com/hmbmusic

Héber Marques
Joel Silva
Daniel Lima
Fred Martinho
Joel Xavier
Biografia
Já eram amigos e tocavam juntos noutros projectos, quando em 2007 decidiram formar os HMB. Héber Marques – músico, compositor incontornável da música Gospel em Portugal, com dois discos gravados (2006 e 2008) encontra nesta formação musical o equilíbrio perfeito para desenvolver o gosto pela Soul e R&B que ganhou pela afinidade com as suas origens Gospel. A sintonia com os outros elementos é perfeita e as letras que já havia escrito em inglês, e que esperavam na gaveta, precisavam de ganhar o seu ritmo. Soul e R&B.

“Juntámo-nos para participar em concursos de bandas e ganhá-los”, dizem em tom de brincadeira. Mas não fugiram à verdade, desde a sua formação, muitos foram os prémios que os HMB ganharam, com destaque para o concurso de Música Moderna de Palmela, em 2009, Concurso Bandas de Garagem de Rio de Mouro, 2009, e o Festival Musidanças, no ano de 2010. A primeira música que fizeram em português foi precisamente para um festival; tinham 4 músicas e para passarem à fase final do concurso tinham que ter pelo menos mais uma. Numa noite fizeram a musica, ensaiaram-na e no dia seguinte ganharam o festival.

Paralelamente, passaram também a escrever em português e desde 2009 as coisas tornaram-se mais sérias: “sentimos que havia matéria prima e começámos a direccionar a nossa energia e esforço de forma a que pudessemos levar a nossa música mais longe”.

Os HMB continuam unidos a este projecto, apresentando-o com o devido tempo, sem pressas e a viver cada etapa de uma forma única, partilhando-a com quem queira receber a sua música.

Sementes de música. Amanhã no Auditório da Galiza. 21’30 h.

19 Xan

A informação completa em: http://lusopatia.wordpress.com/2012/01/19/sementes-de-musica/

Se calhar não podem ir o Auditório e passar umas horas a ouvir boa música em português, mas se comprarem um bilhete podem ajudar a sustentar o projeto Semente. Desfrutem e colaborem ;=)

Ai se eu te pego! Forró brasileiro

16 Xan

Está na moda. Foi a música do Natal. A gente sabe toda como é que se dança… e dança.

Esta popular música do Michel Teló faz parte da tradicional música brasileira nordestina. É muito conhecida, a gente adora e há quem diga que no Brasil é mais popular do que o samba. Chama-se de várias maneiras: forró, forrobodó, arrasta-pé… Sei lá, tantos nomes…!

Vamos saber mais: http://pt.wikipedia.org/wiki/Forr%C3%B3

Também podem ouvir outros cantores brasileiros: http://www.forrobrasileiro.com.br/

R3 fez homenagem á cantora de pés nus, a cantora da morna

14 Xan

   A morte da grande cantora cabo-verdiana Cesária Évora era uma notícia quase esperada. Chegou no 17 de Dezembro de 2011 http://www.record.xl.pt/fora_campo/interior.aspx?content_id=731922. Conhecida no mundo inteiro pela interpretação da morna, conseguiu reflectir a realidade insular do povo de Cabo Verde, o romantismo intoxicante dos seus trovadores e o amor à terra (ter de partir e querer ficar).

 Em Espanha, R3 dedicou um excelente programa à lembrança da diva dos pés descalços. Para ouvir: http://www.rtve.es/alacarta/audios/la-madeja/madeja-cesaria-evora-17-12-11/1275607/

Esta é, se calhar, a música mais conhecida da Cesária: http://youtu.be/RhwmyfFpmLs